jusbrasil.com.br
4 de Março de 2021

Redes Sociais: 10 dicas para gerar autoridade e engajamento no seu perfil profissional

Passos importantes para construir autoridade nas redes sociais

Eliza Novaes, Advogado
Publicado por Eliza Novaes
há 10 meses


Criar autoridade e engajamento nas redes sociais é o desejo de todo advogado que produz conteúdo e almeja a atração de novos clientes.

Não existe fórmula certa para ter obter um excêntrico resultado no seu engajamento, mas há alguns passos que podem fazer a diferença para que o seu trabalho tenha visibilidade e seja entregue a um número cada vez maior de pessoas.

Na prática, as pessoas se posicionam em rede social sem nenhum planejamento estratégico e sem saber sobre a necessidade de construir a sua autoridade on line.

E essa falta de estratégia tem levado muitos advogados a fracassarem com o marketing jurídico e ficarem desmotivados com a atração de clientes pelo digital.

Em uma época em que todos estão conectados em razão desse período difícil ocasionado pelo Convid-19, ter uma posição de referência sólida faz toda a diferença para atrair a atenção das pessoas.

Construir o status de autoridade digital é parte de um conjunto de esforços que devem ser aplicados continuamente. Somente a persistência e continuidade irá garantir que você ganhe a confiança do seu público, bem como torne-se referência e seja grande no seu segmento.

O que, provavelmente, lhe abrirá novas oportunidades e maiores chances para ter a contratação de novos clientes.

No artigo de hoje, vamos aprofundar sobre a importância da construção da autoridade digital. Aproveite e aprenda como construir a sua reputação por meio de 10 dicas fundamentais.

A importância da construção da autoridade digital

Você ter um site, escrever em blog ou ter perfil em redes sociais, é algo que qualquer pessoa pode fazer, porém não é isso que irá garantir o sucesso da sua estratégia de marketing.

É claro que esses passos são o início de tudo e são extremamente benéficos para a atração e fidelização de novos clientes, mas é imprescindível a construção da autoridade digital, ou seja, ser referência on line na sua área de atuação.

A autoridade digital é que vai fazer com que você tenha um posição de destaque e que seja considerado referência no segmento em que atua.

Portanto, não basta simplesmente estar na internet, sendo imprescindível a construção da autoridade digital para gerar conseguir atrair e fidelizar os clientes.

O que a autoridade digital gera de positivo

É cada vez maior o número de advogados que geram conteúdo on line, o que foi potencializado nesse momento de isolamento social. E para conseguir se destacar nesse mercado tão competitivo, é preciso ser o melhor!

Para tanto, a construção da autoridade digital é justamente o que trará esse diferencial em relação aos demais advogados.

Quando se chega ao patamar de ser visto como uma referência em uma área, o público facilmente estabelecerá um relacionamento de confiança com o seu trabalho e quando ele precisar de serviços jurídicos sobre um determinado assunto, o seu nome é o primeiro a ser lembrado.

10 dicas para construir autoridade digital para a sua advocacia

Não é difícil compreender como a autoridade digital é importante, pois sua atuação profissional será reconhecida como referência e isso gerará um maior engajamento e confiança do público.

Mas para isso há um longo caminho a ser trilhado, sendo que construção da autoridade digital ser realmente estabelecida, depende de uma série de pontos, desde o relacionamento com o público até a adequação do seu site profissional os algoritmos do Google.

Relacionei abaixo dicas que irão lhe ajudar a se tornar referência profissional na sua área de atuação. Confira:

1. Foque no seu público-alvo

Construir autoridade é algo que depende de segmentação. Esse patamar só será alcançado se houver foco no trabalho, ou seja, ele deve ser direcionado a um público específico. É fundamental que o seu conteúdo seja entregue a quem tem interesse no assunto.

Afinal, não adianta você escrever sobre direito tributário empresarial para quem não é empresário.

2. Reconheça as dores da sua persona

Ainda sobre o foco no seu público, é necessário entender do que a sua persona precisa.

O perfil de cliente com o qual sua área de atuação trabalha é construído em cima das dores do público, ou seja, de suas motivações, problemas e necessidades. É preciso entender todas essas questões para então trabalhar de maneira estratégica e focada nessas dores.

Se você tem um blog, por exemplo, há temas específicos sobre os quais as pessoas gostariam de saber mais. Nesse cenário, produzir conteúdos que os abordem é uma ação certeira. A continuidade é justamente o que vai transformar seu posicional em referência naquela área!

3. Aposte em diversas redes sociais

A autoridade também é construída por meio da ampla presença online e, em se tratando do contexto atual, é fundamental estar nas redes sociais.

Quanto mais plataformas forem ocupadas, melhor, desde que você seja capaz de alimentá-las constantemente.

Afinal, como ser referência e construir o status de autoridade sem estar presente com regularidade nessas redes sociais.

Para que esse trabalho seja eficiente, é importante ter um planejamento prévio, ou seja, calendários editoriais, pautas para publicações e ações de marketing devem ser pensados.

Cada rede social tem um tipo de conteúdo e linguagem, então, tudo isso precisa ser estudado. Uma vez definidos esses pontos, estar presente nessas plataformas é muito importante.

4. Invista em Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo em caráter informativo é a forma mais fácil de prospeção de clientes.

E o primeiro passo para fazer isso é ter um blog e oferecer posts que vão ao encontro das dúvidas de seu público pode gerar um grande fluxo de acessos, interesse e potenciais clientes.

A partir daí, fica muito mais fácil educar essas pessoas, envolvê-las com um bom conteúdo jurídico e então obter as conversões desejadas em efetivas contratações.

Um blog de qualidade pode alcançar a autoridade online, o que impacta positivamente nos resultados da sua estratégia de marketing!

  1. Gere conteúdo autoral e original

Um dos pontos mais importantes ao se posicionar na internet é ser original!

Muito conteúdo é replicado atualmente, sendo apenas repaginado e repetido em uma série de blogs e também em publicações em redes sociais.

Por mais que isso funcione em alguns casos, jamais será uma abordagem que te levará a sua construir uma a autoridade digital, pois o Google, no momento de ranquear um site, considera como um fator crucial conteúdos autorais e inovadores, diferentes de tudo o que é publicado geralmente.

Esse é um caminho para ser único no mercado jurídico, buscando a qualidade de conteúdo acima de tudo.

6. Invista em técnicas de SEO

O Search Engine Optimization (SEO), ou Otimização para Mecanismos de Buscas, é um conjunto de técnicas aplicadas em páginas para que elas sejam mais facilmente encontradas em pesquisas no buscador do Google.

Seu site pode até ser um dos melhores, mas só isso não basta para que ele esteja bem colocado na primeira página de resultados de uma pesquisa.

Ao considerar um site, o Google avalia diversos aspectos, desde o design até o uso de termos recorrentes em pesquisas do público, as famosas palavras-chave. Quanto mais essas páginas estiverem dentro das adequações de SEO, maiores serão as chances de serem bem ranqueadas.

A relação com a autoridade? É simples: um site de destaque precisa estar no topo dos resultados de pesquisas!

7. Coloque o e-mail marketing em prática

O e-mail marketing é importante para os advogados e escritórios manterem uma relação mais próxima com seus clientes e as pessoas interessadas no seu conteúdo. Faz parte dessa estratégia alimentar os clientes com posts, alertas de novas regras na legislação e outros conteúdos, gerando uma relação em que as duas partes saem ganhando.

Uma vez que sua empresa obtém o contato de um usuário — ou seja, o lead —, dá-se início a uma relação que pode ser fortalecida com o envio de e-mails.

No entanto, é preciso entregar um conteúdo realmente relevante nesse fluxo de mensagens. Assim, você conseguirá marcar presença e ainda se destacar ao oferecer conteúdo interessante para o seu público.

8. Entenda o funcionamento de cada rede social

O fato de ter uma conta em todas as redes sociais do momento não faz de uma pessoa um especialista em marketing jurídico.

Entender o funcionamento das redes sociais antes de utilizá-las é fundamental para ter resultados, pois cada rede funciona de uma forma e para um público diferente.

Elas também têm gerenciador de anúncios e possuem métricas específicas. Usá-las apenas para ter presença na internet pode aumentar a demanda na produção de conteúdo sem realmente trazer resultados ao negócio.

9. Planeje os conteúdos

Alcançar sucesso nas redes sociais requer uma boa gestão de conteúdos: planejar, criar e executar ideias.

Alguns advogados se limitam a fazer publicações sem qualquer planejamento e definição de metas. A curto prazo, essas ações podem funcionar, mas a longo prazo não trarão o público certo para a sua advocacia, não impactarão na captação e fidelização.

Além disso, seja autêntico: o seu diferencial no mercado é ser você mesmo, não precisa copiar ninguém.

10. Tenha consistência

A questão é que você deve ter consistência e falar sempre da sua área de atuação específica. Se você mudar sempre de nicho, de tema, provavelmente, não será referência em nenhum assunto. Por isso, seja consistente e foque no seu nicho.

Dica bônus: invista em mídia paga

Ao utilizar as redes sociais é preciso entender que investimentos precisam ser feitos. As principais mídias sociais necessitam de um investimento para que o público certo seja impactado com o conteúdo.

O alcance orgânico vem diminuindo ao longo do tempo, mas é possível chegar a um cliente em potencial de forma mais certeira e rápida investindo em mídia paga.

Gostaria de ter mais oportunidades no mercado?! Se torne autoridade na sua área.

Não espero as coisas ficarem mais difíceis, comece agora a construção da sua marca e autoridade.

Lembre-se, críticas e elogios são algo comum na internet. Você deve saber lidar com as críticas da mesma forma que lida com os elogios.

Agora que você já aprendeu a aumentar o engajamento nas redes sociais, continue aprofundando o seu conhecimento.

O que você acha? Qual dessas dicas de engajamento você tentará?

Gostou do conteúdo?

Não esqueça de recomendar pois é muito importante para gente!

#maisjuntosdoquenunca

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Excelente Dra! Parabéns pelo conteúdo! continuar lendo